Palestra gratuita sobre dilemas do mercado de trabalho


Por: UraOnline

Esta postagem foi publicada em 21 de March de 2017 e está arquivada em Variedades.


dilemas do mercado de trabalho

Reestruturador de empresas Júlio Correia Neto fala sobre preconceito, desvalorização dos profissionais e outros temas

 

 

Discutir os maiores dilemas do mercado de trabalho brasileiro, essa será a proposta da palestra Papo Reto Debate que vai acontecer no dia 22 de março na Associação Comercial de Uberaba. O evento será gratuito. Para assistir, é só comparecer ao local. O debate ainda será transmitido ao vivo pela web através da plataforma Youtube.

 

 

O encontro será mediado pelo reestruturador de empresas Júlio Correia Neto e contará com a coach e gestora de RH Viviane Consiglio e com a consultora e palestrante sobre PCD (portadores com deficiência) Ana Bracarense.

 

 

Segundo Júlio Correia Neto, os maiores problemas no Brasil tem sido o preconceito em relação à idade, cor e também com pessoas com deficiência (PCD).  Ele comenta que dentro das corporações há outros erros graves, como, por exemplo, as cobranças excessivas por resultados, que gera estresse e outras doenças emocionais que prejudicam a própria produtividade da empresa.

 

– Toda essa pressão e o estresse causado pelas instituições afeta de maneira significativa a qualidade da saúde dos colaboradores gerando, consequentemente, baixa produtividade. As próprias corporações prejudicam a si mesmas – reforça o consultor.

 

 

Outro ponto que ele destaca é a desvalorização dos profissionais de meia idade. Júlio diz que observa diversas empresas cheias de profissionais inexperientes e mal treinados. Para o especialista, o ideal é o equilíbrio entre a senioridade e a jovialidade. “

 

 

– Preocupa-me o excesso de ‘juniorização’. O efeito é você ver pessoas de 40 ou 50 anos se achando excluídas do mercado de trabalho – alerta.

 

 

O especialista fala que é importante para qualquer instituição ter pessoas experientes ensinando os mais novos. Por quê? Quem é de meia ideia é mais cauteloso na tomada de decisões, vão contra a moda da pressa, do atropelo, do agir sem pensar, da busca do poder e do status a qualquer preço.

 

 

Para o especialista, o ganho é notório na qualidade da produção e na gestão de equipes. Os profissionais experientes são focados em coisas práticas e são menos afobados. “As ações ficam mais alinhadas e há poucos erros que venham comprometer os resultados”.

 

 

– O segredo não está na construção de um time mais jovem ou mais experiente, está, sim, na formação de equipes que realmente queiram fazer melhor, independentemente do nível de experiência e maturidade – aconselha

 

 

 

Joyce Nogueira
Assessora de Imprensa



Você pode gostar também de: