Queda de cabelo. Tem solução?


Por: UraOnline

Esta postagem foi publicada em 16 de January de 2013 e está arquivada em Dicas de Beleza, Uberaba, Uberaba em foco.


Tecnologia a laser promete otimizar os resultados

 

A queda de cabelo é uma reclamação frequente, mas o que muitos desconhecem é que essa perda pode ser amenizada através de tratamento precoce. De acordo com a dermatologista Juliana Gumieiro, a queda de cabelo  pode ser provocada por diversos fatores. “O principal é a predisposição genética, o que leva ao afinamento dos fios. Há outras causas como deficiência de vitaminas, problemas de tireóide, dermatite e seborréia.”, afirma a especialista.

 

O problema da calvície, quando é geneticamente determinado, pode ser retardado com o tratamento que costuma apresentar recuperação de parte do volume capilar, quando tratado desde o início. Contudo, a médica explica que é necessário um diagnóstico específico: “alimentação e estresse podem estar relacionados à queda, já que a deficiência de vitaminas ou o aumento dos radicais livres interferem no ciclo dos fios levando a um aumento da queda. Mas esse é um quadro totalmente reversível, diferente da calvície geneticamente determinada”, explica Juliana.

 

 

Tratamento

 

A prevenção da calvície também pode ser feita com ajuda da tecnologia a laser, o LLLT (Low Level Laser Therapy), um laser de baixa potência utilizado para estimular o crescimento dos fios de cabelo afetados pela calvície. Alguns estudos internacionais demonstraram que ele provoca um estímulo  energia no couro cabeludo resultando em um aumento da multiplicação celular da raiz do cabelo, aumentando a velocidade de crescimento dos fios e melhorando a espessura capilar.

 

Segundo a dermatologista, Juliana Gumieiro, os resultados deste novo laser são percebidos em poucos meses. O indicado é que o paciente faça uma ou duas sessões semanais, e com três (3) meses de tratamento já é possível perceber melhora. “Há pouquíssimas contra indicações, apenas pessoas com alguma doença fotosessibilizante, ou no caso de mulheres, durante a gestação não é recomendado”, aponta.

 

O tratamento pode começar imediatamente, é preciso apenas estabelecer o diagnóstico da queda primeiro, avaliar se a questão é genética e se há outras causas envolvidas. Com o auxílio de loções e medicamentos que potencializam os resultados, o laser promete revolucionar o tratamento contra a calvície.

 

Serifa – Comunicação Integrada

 

 



Você pode gostar também de: