Moda é um bom negócio


Por: Evacira Coraspe

Esta postagem foi publicada em 1 de November de 2016 e está arquivada em Colunas, Colunas/Colunistas.


Em que pese toda a escassez econômica, que se abate sobre vários países,  o mercado da moda não sente retração. Cerca de 50 bilhões de reais foram investidos em 2015, no segmento, por meio do e-commerce, ou seja no comércio virtual, de acordo com a estilista Silvia Carneiro.

 

Sobre esse mercado crescente no mundo todo, com as crises estabelecidas, incluindo aí as migratórias, de refugiados, desemprego, corrupção governamental e descrédito institucional, Silvia, especialista em Negócios da Moda,  faz o contraponto realçando a questão comportamental. “Nesse contexto entra as prioridades pessoais. O que fomenta o consumo da moda são os formadores de opinião. Se o consumidor não pode ter uma peça original usada por um famoso, vai buscar uma similar ou imitação em lojas de departamentos. Mas comprará”. Apreciadora do conceito boho a estilista conta sua história: “meu estilo é pé no chão. Gosto  do boho pela mistura do cigano, hippie, boêmio, vintage, folk, romântico, despojado e confortável. Já para minhas clientes  é respeitar e assimilar o gosto de cada uma, tecendo peça com contornos artísticos para elevar seus sentimentos”.

 

Mais informações é só acessar o Programa Movimento no Canal Youtube “programa movimento Evacira Coraspe”, o qual é apresentado no Canal Câmara.

 

silvia-evacira

 

 

 

 



Você pode gostar também de: